O Caminho de Santiago de Compostela- 14 a 29 junho 2019 - saindo de Natal/RN


Palestra Informativa dia 25 de fevereiro na 

Michelle Tour - Rua Rui Barbosa, nº 911 - Tirol -


O Caminho Português - Tui / Santiago

ROTEIRO AÉREO

14/06/2019  - NATAL / LISBOA / PORTO

29/06/2019  - LISBOA NATAL 


ROTEIRO CAMINHO DE SANTIAGO

ROTEIRO

01º dia - 14 JUNHO (Sexta): Brasil / Lisboa/ Porto
Saída em voo com destino a Porto com conexão em Lisboa. Chegada transfer para o Hotel, acomodação e resto do dia livre.

02º dia - 15 JUNHO (Sábado): Porto/ Tui
Tui é uma bela cidade. Lá vamos explorar suas ruas, especialmente a Plaza de San Fernando, de onde podemos ver a magnífica Catedral de Tui, que data do século XII. Também podemos atravessar a ponte internacional sobre o rio Minho , que separa Espanha e Portugal.

03º dia - 16 JUNHO (Domingo): Tui/ Porriño
Vamos começar esta rota a partir do porto de Tui em direção ao Caminho de Barca. Deste ponto cruzaremos o Túnel de Monxas e começaremos uma subida forte até o Punte de San Telmo. Continuaremos nossa rota até chegarmos a O Porriño.

04º dia - 17 JUNHO (Segunda): Porriño/ Arcade
Assim que sairmos de O Porriño, continuaremos nossa rota ao longo do vale do Louro . Depois de subir uma pequena colina, chegaremos ao Hermitage de Santiaguiño de Antas , um lugar ideal e encantador para descansar e relaxar um pouco. Depois, continuaremos o caminho através das floresta de pinheiros, chegaremos à aldeia de Setefontes e depois chegaremos ao Arcade.

05º dia - 18 JUNHO (Terça): Arcade/ Ponte Vedra
Ao longo da rota hoje cruzaremos o rio Verdugo em Ponte Sampaio . Esta ponte é onde o exército de Napoleão sofreu a maior derrota na Galiza. De Ponte Sampaio continuaremos nossa jornada por um caminho que nos levará à Igreja de Santa María do século XIII . A partir daqui podemos ver algumas magníficas vistas da baía de Vigo enquanto continuamos a nossa rota para Pontevedra .

06º dia - 19 JUNHO (Quarta): Ponte Vedra/ Calda dos Reis
Uma vez que sair de Pontevedra , vamos através a florestas de pinheiros, eucaliptos e castanheiros arbolares para a vila de Ponte Cabras onde vamos visitar a casa paroquial de Santa María de Alba. Também podemos visitar uma estátua de Santiago no Lombo da Maceira , esta estátua é famosa desde que Santiago é apoiado em uma vara que indica o Caminho. Antes de chegar a Caldas de Reis, cruzaremos Tivo , famosa por sua bela fonte e lavanderia pública.

07º dia - 20 JUNHO (Quinta): Calda dos Reis/ Padrón
Depois de sair de Caldas de Reis , cruzaremos o rio Umia . Graças às águas termais, a cidade de Caldas de Reis é famosa desde os tempos romanos. Continuaremos nossa rota pelas florestas e subiremos até a cidade de Santa Mariña . Uma vez alcançada a cidade, começaremos a descida até cruzar o rio Fontenlo até chegar à cidade de Patrón . A lenda diz que quando o corpo de Santiago foi transportado para Compostela de navio, Padrón foi o primeiro a chegar em terra.

08º dia - 21 JUNHO (Sexta): Padrón/ Santiago
Vamos dividir a rota de Padrón para Santiago de Compostel a em 2 rotas. O primeiro vai de Padrón para a pequena cidade de Teo, onde passaremos a noite e a segunda rota vai de Teo a Santiago de Compostela.

09º dia - 22 JUNHO (Sábado): Padrón/Santiago
De Padrón a Santiago de Compostela, nossa estrada atravessará pequenas cidades até chegarmos ao histórico santuário de A Esclavitude. Lá podemos ver os sons da fortaleza de Castro Lupario . Em seguida e seguindo o nosso caminho, veremos cruzes ao longo do caminho. De Agros dos Monteiros podemos ver as torres da Catedral de Compostela . Passaremos pela ruína do Castelo de A Rocha Vella ao nos aproximarmos de Santiago de Compostela. Assim que chegamos a Santiago, podemos admirar sua rica arquitetura local e desfrutar de Centro histórico declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO . Precisamos chegar a tempo a Santiago para participar da Missa do Peregrino.

10º dia - 23 JUNHO (Domingo): Santiago de Compostela
Em Santiago de Compostela termina o Caminho Português. É aconselhável visitar o centro da cidade bem antes de voltar para casa, por isso ficaremos um dia aqui. Onde podemos fazer tais excursões: Centro histórico da cidade, Finisterre ou para as Ilhas Cíes.

11º dia - 24 JUNHO (Segunda): Santiago de Compostela/ Porto
Transfer privativo Santiago de Compostela - Hotel no Porto

12º dia - 25 JUNHO (Terça): Porto - City Tour
Visita ao centro histórico da cidade do Porto, Visita ao interior da Estação de São Bento e catedral do Porto,
Visita guiada e degustação de vinhos em uma cave de Vinho do Porto e cruzeiro das 6 pontes

Cruzeiro panorâmico com duração de 50 minutos com início na Ribeira do Porto, vai em direção à Ponte do Freixo, muda de direcção, indo até à Foz do Douro e retorna à Ribeira.
Ribeira|Ponte Luís I | Ponte do Infante | Ponte D.Maria | Ponte S.João | Ponte do Freixo| Ponte da Arrábida | Ribeira
Este cruzeiro é feito com áudio guia e tem uma pequena explicação das vistas da cidade do Porto e Vila Nova de Gaia.

13º dia - 26 JUNHO (Quarta): Porto /Fátima/Lisboa
Transfer privativo sem guia, Hotel para Lisboa com parada de 1 hora em Fatima e 1 hora em Nazare para almoço (almoço não incluso). Chegada em Lisboa e acomodação no hotel.

14º dia - 27 JUNHO (Quinta): Lisboa
City Tour de meio dia - Privado, Visita ao centro histórico da cidade de Lisboa com guia em portugues.
Não inclui: Entradas em monumentos/ museus ou outras atrações

15º dia - 28 JUNHO (Sexta): Lisboa
Dia livre para atividades pessoais.

16º dia - 29 JUNHO (Sábado): Lisboa/ Natal
Transfer Hotel - Aeroporto Lisboa para embarque com destino a Natal. Fim dos nossos serviços.


Pacote Inclui:

Passagem aérea Natal/Porto/Lisboa/Natal com taxas;

  • Transfer: Aeroporto em Porto/Hotel no Porto;
  • 01 noite de Hospedagem no Hotel HF Fenix Porto ou Similar com café da manhã;
  • Transfer: Hotel em Porto/Para Tui;
  • Caminho de Santiago (Roteiro a pé)*
  • Inclui:
  • Alojamento em hotéis históricos de 4*- quarto twin
  • Transfers de bagagem de hotel para hotel
  • Apoio de emergência da equipe local
  • Um livro guia detalhado por quarto
  • Motorista a aguardar pelo grupo a cada 3km - para poder fazer transfer para o hotel quando quiserem, permitindo passar etapas a frente.
  • 1 garrafa de água por dia e por pessoa
  • Mini bus de 30 lugares
  • Ar condicionado
  • Frigorífico
  • Wi-Fi
  • Todos os pequenos almoços e jantares (com três pratos)
  • Um kit de peregrino por pessoa incluindo um passaporte oficial de peregrino (credencial)

  • 01 noite de Hospedagem em Santiago de Compostela no Hotel Eurostar San Lazaro ou Similar com café da manhã;
  • Walking Tour Santiago de Compostela;
  • Transfer: Hotel em Santiago de Composte/Hotel em Porto;
  • 02 noites de Hospedagem no Hotel HF Fenix Porto ou Similar com café da manhã;
  • City Tour de meio dia em Porto;
  • Tranfer: Hotel em Porto/Hotel em Lisboa;
  • 03 noites de Hospedagem No Hotel HF Fenix Lisboa ou Similar com café da manhã;
  • City Tour em Lisboa;
    • Transfer: Hotel/Aeroporto em Lisboa.


O Caminho de Santiago de Compostela

· O que é o Caminho de Santiago?

Segundo a tradição em Santiago de Compostela repousam os restos mortais de San Tiago Maior, um dos apóstolos de Jesus, nos porões da Catedral e a partir do séc. IX peregrinos caminham até a cidade para venerar estas relíquias do apóstolo.

Tiago foi evangelizador nas terras da antiga Hispânia. Ele foi decapitado por Herodes no ano 44. Dois de seus discípulos conduziram seu corpo num barco, atravessando o Mediterrâneo e subindo a costa portuguesa até ao porto de Iria na província de Galícia. Santiago foi sepultado no Monte Liberium Donun.

A história nos diz que, depois de 800 anos um ermitão avistou luzes celestiais em um lugar, e este lugar era a tumba de Tiago. Neste lugar, formou-se assim, um templo e com o passar do tempo um polo de peregrinação. Aqueles que vinham de Portugal foram responsáveis por traçar o Caminho Português, os que vinham do restante da Europa firmaram diversos trajetos, sendo mais célebre o conhecido pelo nome de Caminho Real ou Francês, até hoje percorrido por cerca de três quartos do total de peregrinos.

Em 1122, o papa Calixto II concedeu à Catedral de Santiago o privilégio do jubileu pleníssimo. Isso significa que peregrinar até a catedral nos anos em que o dia 25 de julho incide num domingo (data dedicada a Santiago) confere ao fiel perdão pleno de seus pecados. Lembrar que na Idade Média a igreja chegava a vender indulgências ajuda a ter ideia da importância do ato papal. Daí passados quase dez séculos, até hoje se nota a influência dos "anos santos" sobre o afluxo de peregrinos.

Muita coisa mudou, mas Santiago continua inspirando muitas pessoas. Porém nem todos percebem que o "milagre" não se opera na catedral, e sim no Caminho que leva até ela. É o tempo que o peregrino reserva aos cuidados para consigo mesmo, a solidariedade aos outros, a simplicidade do dia a dia nos albergues, a abertura para novas experiências, tudo isso contribui para transformar seu interior em espelho do altar que encontrará na grande Catedral. Isso é o Caminho de Santiago: fora e dentro, ontem e hoje. Acima de qualquer coisa, é nos passos do peregrino que o Caminho vive.

· Símbolos do Caminho

  • A vieira: a concha de vieira é o símbolo do Caminho de Santiago e dos seus peregrinos. conhecemos 2 versões lendárias, mais comuns, que explicam a origem do símbolo.

A primeira versão, nos conta que os discípulos transportaram o corpo de Santiago, de barco até a Península Ibérica. Passaram por uma violenta tempestade e o corpo caiu ao mar. Porém, o corpo acabou sendo encontrado à costa sem estragos e coberto por vieiras.

A segunda versão nos diz que o barco que transportava o corpo de Santiago, ao chegar na costa, deparou-se com um casamento. O noivo e seu cavalo assustados acabam por cair no mar. Cavalo e cavaleiro conseguiram sair da água vivos e cobertos de vieiras.

Mas temos outras explicações metafóricas:

Os sulcos na concha, representam as várias rotas, os vários caminhos que levam os peregrinos ao mesmo destino - o sepulcro de Santiago em Compostela.

As vieiras são arrastadas pelas ondas, assim os peregrinos são guiados pela mão de Deus para Santiago.

A vieira era usada pelos peregrinos como utensílio tanto para beber água como para servir como prato de comida.

Antigamente os peregrinos recebiam comida e água, onde paravam. O tamanho da vieira fazia com que até os mais humildes conseguissem ser generosos com os peregrinos, servindo-se do tamanho da vieira como medida para aveia, cevada e/ou vinho e água, sem serem sobrecarregados.

  • O bastão: acessório típico do peregrino
  • Via Láctea: segundo a lenda, a Via Láctea foi criada pela poeira provocada pela caminhada dos peregrinos, mas a mais comum, é que a Via Láctea indica o caminho para Santiago, nas caminhadas noturnas.

Conta-se também que Tiago apareceu em sonho a Carlos Magno, pedindo-lhe que libertasse o seu túmulo dos Mouros e dizendo-lhe que para o encontrar devia seguir o caminho indicado pela Va Láctea.

Compostela significa "campo de estrelas"

· Credencial do Peregrino

É um documento semelhante a um passaporte, que identifica o peregrino. Durante o Caminho, o peregrino deve carimbar duas vezes por dia a sua credencial em pontos do Caminho, como igrejas, albergues e órgãos públicos, ou até bares e restaurantes. Esses carimbos confirmam a passagem do peregrino por estes locais e quando os últimos 100 Km da peregrinação foram feitos a pé ou a cavalo (ou 200 Km em bicicleta), permitem obter a chamada Compostela, um documento emitido pelo Oficina do Peregrino da catedral de Santiago que comprova a peregrinação a Compostela.

É emitida por várias entidades ligadas à igreja, como paróquias, confrarias de Santiago, Associações de Amigos do Caminho de Santiago, albergues de peregrinos em Espanha e várias entidades reconhecidas pela Oficina do Peregrino do Arcebispado de Santiago de Compostela como albergues de peregrinos e igrejas ao longo do Caminho.

A credencial não dá quaisquer direitos ao seu portador, mas este compromete-se comportar-se devidamente ao longo do Caminho, principalmente nos albergues de peregrinos, e os responsáveis dos albergues podem reter as credenciais dos peregrinos "que não cumpram as condições para recebe-las ou que não se comportem de modo adequado nos seus albergues."

Muitos estabelecimentos dão desconto aos peregrinos portadores da credencial.

· Caminhos existentes

O Caminho é marcado/sinalizado por setas amarelas, no chão, pedras, estradas, marcos de granito entre outros.

Geralmente passa em frente à igreja mais importante ou mais antiga da cidade.

Temos várias rotas:

  • Caminho Francês (interior Norte de Espanha)
  • Caminho Português
  • Caminho do Norte (Norte de Espanha)
  • Caminho Primitivo (liga as Astúrias a Santiago)
  • Caminho Inglês (caminho feito pelos ingleses na idade Média, que desembarcavam na Corunha e seguiam a pé para Santiago)
  • Via da Prata (liga Sevilha a Santiago)