O Conselho Cármico  Carta ao Conselho Cármico

Existe um grupo de Seres que ajuda cada um de nós no que concerne a transmutação de nosso carma.

Estes Seres, chamados de Senhores do Carma, guiam e supervisionam cada ação e reação dos seres encarnados, pois o Carma, seja ele positivo ou negativo, deve servir como lição, como oportunidade de evolução.

Trata-se de um processo complexo considerando a multiplicidade de forças invisíveis e sutis que estão continuamente sendo influenciadas pelas nossas escolhas.

Alguns desses Seres alcançaram um alto grau de iniciação e formam o Conselho Cármico, que é o órgão responsável por ministrar a justiça no planeta.

Passamos perante o Conselho Cármico antes e depois de cada encarnação, para avaliarmos tudo que manifestamos durante nossa permanência no mundo físico.

Toda orientação, ao contrário do que muitos pensam, não é uma ordem imposta. Uma vez desencarnados nós mesmos somos capazes de avaliarmos nossos erros e vitórias, e sabermos quais lições superamos e quais ainda devem ser aprendidas.

Tudo visando a nossa evolução, para que alcancemos a ascensão e a libertação da roda das reencarnações.

Durante cada encarnação temos ao nosso lado um anjo , chamado de "anjo do registro". Este registra todas as nossas ações e as entrega ao "guardião dos pergaminhos", que auxilia o Conselho Cármico.

Oito membros formam o Conselho Cármico:

1º Raio - Grande Diretor Divino;

2º Raio - Deusa da Liberdade;

3º Raio - Mestra Nada;

4º Raio - Eloha Cyclopea;

5º Raio - Palas Athena;

6º Raio - Mestra Pórcia;

7º Raio - Mestra Kuan Yin,

8º Raio - Vairochana

O Conselho Cármico considera 3 pontos como os mais importantes:

1- A Vontade Divina, o nosso Plano Divino. Somos guiados para alcançarmos a Vitória Divina.

2- A complexidade da escolha de como encarnar para que as lições sejam superadas, as condições para que resgatemos nossos erros passados e nosso Serviço à humanidade. Por isso a escolha do país, cidade, família, trabalho é levado muito em consideração pelo Conselho.

3- Dependendo de nossa evolução, quais os obstáculos ou oportunidades devem ser colocadas em nosso caminho para o resgate e transmutação do Carma.

A cada 6 meses somos avaliados pelo Conselho Cármico, dia 30 de junho e dia 31 de dezembro e a cada ciclo de 12 anos a avaliação é ainda maior por parte do Conselho Cármico. (ver aula sobre o Relógio Cósmico)

Uma vez conscientes destas avaliações, podemos aproveitar a ocasião e escrever uma Carta ao Conselho Cármico. Nesta carta podemos analisar nossos últimos 6 meses de vida, aproveitando para agradecer toda ajuda e oportunidade de transmutação do carma, podemos pedir orientações sobre qualquer situação de nossa vida e fazer pedidos.

O essencial é que tudo seja feito com Amor e sinceridade de coração.

Nestes pedidos podemos incluir nossa família e amigos, assim como patrocínio para nossos projetos futuros.

Caso tudo esteja dentro de nosso Plano Divino e formos merecedores, todas as portas se abrirão para a realização de nossos projetos e pedidos.

O Conselho Cármico gosta muito de projetos que beneficiem a toda humanidade.

Como escrever a carta ao Conselho Cármico:

1- Preferencialmente use papel de seda e escreva a lápis.

2- Enderece a carta ao Conselho Cármico ou à Deusa da Liberdade ( porta-voz do Conselho) ou a um dos oito mestres ascensos que formam o Conselho.

3- Comece pedindo "Paz e Abundância Divina para toda a Humanidade"

4- A carta deverá ser queimada. Tenha um recipiente e encontre um lugar , preferencialmente diante de um altar .

5- Faça uma oração , invoque o Conselho Cármico e leia em voz alta a sua carta.

6- Queime-a .

7- Para finalizar faça decretos ou orações .



Ana Nardini, Dezembro 2015
Fontes: Livros da Summit Light House e do Dr. Joshua David Stone